Se você trabalha com Google Ads e não passou o último ano preso em uma caverna, já deve ter ouvido falar das campanhas inteligentes do shopping. Esse novo tipo de campanha foi lançado em 2018 e desde então, vem sendo uma das principais opções para quem deseja divulgar produtos de uma loja virtual.

Um breve resumo

Após seu lançamento, ocorreram diversas melhorias na inteligência de máquina por traz de campanha e hoje, podemos afirmar que ela se encontra em sua melhor forma, entregando, na maioria dos casos, ótimos resultados, principalmente, em números de conversão. Entretanto, nem tudo são flores.

Aquele pé atrás…

Mesmo entregando ótimos números, o uso das campanhas inteligentes do shopping sempre deixou alguns anunciantes com o pé atrás já que, por se tratar de uma campanha automatizada, a mesma possui diversas limitações que dificultam a realização de algumas otimizações corriqueiras na conta.

Diferente das campanhas de shopping padrão, a smart shopping campaign não permite a realização de ajustes nos lances por dispositivo, a exclusão de termos de pesquisa, a criação de mais de um grupo de anúncios, entre outras alterações.

Uma luz no fim do túnel

Porém, parece que as preces dos anunciantes foram atendidas. Recentemente o Google lançou uma atualização permitindo que façamos uma das alterações mais requisitadas nas campanhas inteligentes do shopping: a edição de locais.

Até então, as smarts shopping campaigns possibilitavam apenas a seleção do país de venda dos produtos, entretanto, agora também é possível selecionar regiões específicas e até mesmo um determinado raio de circulação, como já acontecia nas campanhas padrão de shopping.

Hora de otimizar

Para fazer essa alteração na sua campanha inteligente do shopping, basta acessar a opção de “Configurações” localizada no menu lateral esquerda e depois, abrir a opção de “Locais” em “Segmentação”.

Segmentação dos locais das campanhas inteligentes do shopping.
Segmentação de locais nas campanhas de Google Shopping.

Essa nova mudança abre espaço para otimizações profundas na campanha, como a exclusão de estados brasileiros. Acessando a opção de “Locais” no menu lateral esquerdo e depois abrindo a aba de “Relatório geográfico”, é possível visualizar o desempenho da campanha em cada estado brasileiro.

Antes dessa atualização, nós, meros anunciantes, podíamos visualizar alguns estados com desempenho pífio sem ter qualquer tipo de ação dentro do Google Ads. Agora, é possível excluir essa região de circulação que, comprovadamente, não traz lucro e com isso, direcionar os investimentos para locais mais rentáveis para sua estratégia.

Relatório geográfico das campanhas inteligentes do shopping.
Exclusão de locais nas campanhas inteligentes do shopping.

Na imagem acima, por exemplo, é possível observar que o estado do Paraná se encontra “Excluído” por apresentar um desempenho ruim se comparado aos demais. Nesse caso, o critério utilizado para exclusão foi o valor de “Valor conv. / custo”, conhecido também como ROI para alguns anunciantes.

Vá com calma

Mesmo se tratando de uma mudança extremamente significativa e muito aguardada pelos anunciantes, não devemos esquecer que estamos falando de uma campanha inteligente e por isso, qualquer alteração em sua estrutura, por mais básica que seja, pode mudar completamente seu desempenho.

As campanhas inteligentes do shopping são muito sensíveis a alterações e dito isso, devemos tomar cuidado. Por se tratar de uma atualização recente, ainda não se encontra muitos anunciantes falando sobre o tema e nem resultados comprovados de que isso pode dar certo.

Dessa forma, meu conselho é que você evite realizar essas alterações nas principais campanhas da sua conta. Gerencie os locais de campanhas menores e com isso, poderá avaliar mais precisamente como essa mudança pode impactar sua estratégia de marketing sem correr o risco de prejudicar suas campanhas com maior orçamento.

Resumindo

O saldo positivo das campanhas inteligentes do shopping já é comprovado. Com mais de um ano disponível no Google Ads, esse tipo de campanha veio para ficar e tem se mostrado bem eficiente na maioria dos casos.

Nos resta agora saber se editar seus locais de circulação trará bons resultados, ainda mais por se tratar de umas das alterações mais requisitadas pelos anunciantes e esperar por novas atualizações que ofereçam mais opções de otimização para essa campanha cada vez mais utilizada.


Claudio Junior

Claudio Junior

Formado em Sistemas de Informação e trabalhando com marketing de perfomance há mais de dois anos, adora assistir filmes de super heróis, jogar futebol e acredita que ensinar é a melhor forma de aprendizado.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *